15 coisas que eu aprendi com um grande amor

1 – A vida é cheia de surpresas

Não esperava me apaixonar por ele, e quando percebi o que estava acontecendo tive que fazer muitas escolhas que tiveram várias consequências. Escolhi me entregar ao que eu estava sentindo, e viver essa história de amor com ele com certeza foi a melhor das consequências. Aquele pedacinho de vida que tivemos juntos durante aquele tempo finito mudou pedacinhos da pessoa que eu sou atualmente.

2- Como é estar em plena sintonia com uma pessoa

Nossa intuição em relação um ao outro era quase sempre exata de uma maneira mágica, e sabíamos exatamente o que o outro estava pensando e sentindo. Não conseguíamos fugir, e percebi que isso era tão incrível quanto assustador. Não precisávamos de palavras para falar e expressar pensamentos e sentimentos, muitas vezes um gesto, um olhar ou um sorriso era mais que suficiente. Entendi como era bom e gratificante fazer parte de alguém e da sua vida desse jeito tão intrínseco.

3 – Distância física não é um fator decisivo, mas é contribuinte

A distância física pode atrapalhar e tornar o relacionamento mais difícil, mas no fim cabe à nós insistir ou desistir, porque o sentimento não acaba quando um de nós vai morar longe. Às vezes falar por mensagens é tão intenso e significativo quanto estar frente-a-frente. Saudade é um sentimento palpável que surge de muitas maneiras, como declarações espontâneas por mensagens, ou lágrimas derramadas na solidão do seu quarto.

4 – Música é uma linguagem racional e emocional por si só

Músicas realmente falam com sua alma e você se identifica com as palavras de amor, com o ritmo da tristeza, e até com o calor da raiva. Uma música pode tanto te dar conforto quanto te fazer chorar copiosamente porque o cantor soube expressar exatamente o que você estava pensando e sentindo. As coisas fazem um pouco mais de sentido acompanhadas de uma boa trilha sonora.

5 – O poder e a importância das amizades girl power

As amigas são sempre essenciais, mas se tornam ainda mais nesses momentos. Elas estão ali para ouvir, dar apoio, comemorar as conquistas, dar colo na necessidade, dar conselho, xingar o maldito quando te machuca, beber cerveja para superar as dores e ver filmes do Magic Mike juntas para apreciar homens bonitos e gostosos. Algumas vezes acontece de vocês estarem passando por situações parecidas na mesma época e a amizade de vocês atingirá níveis antes inimagináveis. Você descobre que a vida é muito melhor vivida com sua melhor amiga do seu lado.

6 – Para amar é preciso confiar profunda e plenamente

Ele me admitiu uma vez que tinha medo do “poder” que me dava, mas a verdade era que ele confiava em mim o suficiente para ser completamente vulnerável, e em troca cuidava da minha vulnerabilidade que eu confiava nele. A sensação era libertadora e maravilhosa, mas também vinha junto daquele medinho de despencar de uma altura tão alta que talvez não sobrevivêssemos à queda. De vez em quando a auto-preservação que aprendemos ao longo das nossas vidas nos fazia hesitar, e aprendi que era um constante esforço consciente pular na direção dele. Em compensação cair naquele abraço era um dos maiores confortos, e estar com ele era mais aconchegante que minha cama.

7 – Amor pode ser um sentimento muito poderoso e arrebatador

Amar plenamente alguém é uma das maiores aventuras que podemos viver, e sentir tão intensamente pode ser uma das melhores coisas que você tem capacidade de fazer. Sentir alegria, carinho, amor, paixão, confiança, cumplicidade, amizade, companheirismo, intimidade e uma miríade de emoções e receber isso tudo em troca pode ser uma das maiores honras que temos como seres humanos.

8 – Algumas coisas a lógica e a racionalidade não conseguem explicar

No meio das brigas, eu tinha a certeza do amor dele por mim; No meio das lágrimas, das mágoas, e da vontade de ir embora, eu tinha certeza que ele não queria me machucar propositalmente; Entre os medos, eu sabia da sua bondade como pessoa. Mesmo que meu cérebro não soubesse explicar como algumas dessas certezas eram tão claras e óbvias, meu coração simplesmente sabia e aceitava, do mesmo jeito que aquela mágica da intuição funcionava. Apesar disso, também me dei conta que às vezes isso não é suficiente e não faz doer menos.

9 – Amar é um sentimento que vem acompanhado

Amor e medo são dois sentimentos muito poderosos que parecem opostos, mas muitas vezes andam de mãos dadas. Amor e dor, ou amor e tristeza, de vez em quando são sinônimos. Ocasionalmente é preciso escolher entre eles, e essa escolha dita como o relacionamento flui.

10 – Grandes amores deixam marcas

Existem alguns momentos que serão monumentais, marcantes e verdadeiros game-changers. Eles farão o relacionamento mudar, para bom ou ruim, e não temos como prevê-los ou ignorá-los. Ocasionalmente até podemos sentir um deles chegando e o medo da mudança ou do desconhecido nos fará tentar evitá-los a todo custo, mas eles são inevitáveis. Esses momentos marcam nossas almas com seu impacto, e uma parte desses sentimentos nunca vai embora, simplesmente viram aprendizados para o resto da sua vida.

11- Sentimentos mudam

Eles podem mudar rapidamente, se transformarem momentaneamente em raiva, tristeza ou decepção, ou podem ir mudando devagar e aos poucos, deixando de ser uma paixão arrebatadora ou um amor grandioso e se transformando em carinho e amizade. Essas mudanças muitas vezes são assustadoras e difíceis de lidar e aceitar, mas também são incontroláveis e inevitáveis.

12 – É possível viver sem arrependimentos

Mesmo quando tudo dá errado e o relacionamento termina, é muito bom ter a plena certeza de que você fez de tudo o que podia fazer, foi o mais honesta que pôde, se entregou o máximo que conseguia, tentou de tudo, e que mesmo assim não foi o suficiente para funcionar. Terminar não é fracassar, aprender é evoluir e é bom não ficar ressentida quando não dá certo. Às vezes a culpa não é realmente de ninguém senão da metamorfose da vida.

13 – Você não será mais a mesma pessoa, e isso é bom

Você aprende muito sobre si mesma, como sua capacidade de perdão nos momentos de mágoa, sua imensurável força e resiliência nos momentos difíceis, sua inacreditável coragem nos momentos assustadores, sua liberdade nos momentos plenos, resistência nos momentos cansativos, e da sua imensa capacidade para amor que antes nem sequer imaginava ter. Amar é expansivo e você evolui com cada experiência.

14 – O tempo realmente ajuda

Com o tempo você supera a dor, deixa pra lá a mágoa e verdadeiramente segue em frente com a sua vida. As lembranças ficarão com você, descoloridas dos sentimentos mais fortes, mas tingidas de nostalgia e aprendizado. Ocasionalmente você lembrará dele, de vocês, do amor, e vai sentir apenas paz.

15 – Existirão outros grandes amores

Vai ficar tudo bem. Eventualmente as coisas darão certo novamente, você precisa apenas continuar tendo coragem e abertura para futuros grandes amores na sua vida, eles virão.

 

Bianca Siqueira

Sou uma psicóloga apaixonada por conversas, Londres, livros, chocolate e a cor azul. Sempre gostei de escrever sobre minha vida para mim mesma, mas agora resolvi compartilhar meus pensamentos com o mundo. E vamos ver no que vai dar, não é?

Deixe uma resposta