Arte com pólvora e carvão

Crédito: Leandro Tumenas
Crédito: Leandro Tumenas

No alto de Santa Teresa, numa casa que se transformou em galeria de arte, fui ver as obras do Dado Oliveira na sua exposição individual chamada IGNIÇÃO. O artista carioca expõe 20 obras incríveis e inéditas feitas a partir da mistura de queima de carvão e fogos de artifício. É difícil imaginar COMO ELE CONSEGUE UM RESULTADO TÃO BONITO a partir de materiais tão brutos, mas justamente por isso foram um dos trabalhos mais particulares que já vi.

Quando li sobre a exposição, pensei que as obras seriam abstratas, mas nem todos os quadros são. O resultado são desenhos bem nítidos, com traços fortes que, de longe, parecem delicados, compostos com sombreados que dão volume às obras.

Eu amo quando os artistas conseguem fazer um hi-lo dos materiais com a obra. Apesar de perceber que o processo desse trabalho exige velocidade (por causa da queima da pólvora), o resultado final é um desenho expressivo e ao mesmo tempo muito delicado. Na exposição, ouvi algumas pessoas falando que desenhos são marcados por rapidez e linhas fortes, mas eu vi uma mistura de tudo: expressão forte, rapidez, delicadeza, leveza, conforto e êxtase. E, pra mim, a graça é quando a arte me passa uma variedade de sentimentos.

Crédito: Leandro Tumenas
Crédito: Leandro Tumenas

É maneiro perceber que hoje em dia a arte se expandiu e os artistas podem usar qualquer tipo de material para mostrar pro mundo aquilo que estava na cabeça. Não existe mais um limite para os materiais utilizados. Tudo pode ser transformado. O processo da construção passa a ser tão importante quanto o resultado final. No caso desse trabalho, um complementa o outro. Quando você sabe como aquelas obras foram feitas, elas ganham outra perspectiva.

A exposição teve abertura no dia 3 de março, mas vai durar até o dia 3 de abril. Então, se você estiver pelo Rio, vale a pena passar lá para conferir.

Informações:

Dado Oliveira na exposição individual “IGNIÇÃO” na Galeria Ateliê. 
Endereço: Rua Almirante Alexandrino, 2185, Santa Teresa – Rio de Janeiro
Horário e dias de visitação: Sextas, Sábados e Domingos, das 16h às 21h,  até o dia 3 de abril.
Entrada  gratuita

 

Marcela Picanço

Criadora e editora do De Repente dá Certo! Este blog é um mapa de onde minha imaginação foi. Agora, o caminho é de vocês. Sejam bem-vindos! Pra saber mais é só clicar ali em cima no: "Quem escreve essas coisas?"