ÂNCORA

Arte por Ayham Jabr

Hoje eu vou agradecer
e só
se não fosse esse nó
que aconteceu no meu coração ao seu
não tinha casa
não tinha abrigo
amigo, paixão ou marido
Minha alma sem a sua
é vagar pela rua
perdida, sem motivo
é ficar a deriva
sem conhecer o mar
Sem você eu sou apenas
uma âncora pesada
sem vontade, enferrujada
um pedaço de ferro triste
que não conhece a superfície
sem saber onde pousar
Com você eu perco o peso
eu flutuo
no ar, na terra
onde for com
você eu sou amor
viajando pelo espaço
Eu e você somos um laço
essa âncora que flutua
sua vida é minha vida e minha vida é sua

Nefasto

Nefasto

Desgasto

Rosáceo e púrpura

Dançando sobre meu corpo

Comprimindo meus orgãos cruéis

Infiéis, são meus pedidos

Cheios de culpa e desejo

Aproveito o ensejo

Pra querer mais e mais

Nefasto

vem até mim

Me ensina a ser como você

Chifrudo e imponente

Sexy e ardente

Vermelho e cruel

Não quero ir pro céu

Eu quero ser foda

Eu e você

Arte por Anton Maraast
Arte por Anton Maraast

 

Se eu soubesse descrever

Sem saber

O que é que envelher, casar com alguem

Ver o tempo passar além,

Passeando pelo seu, pelo meu rosto

Me trazendo todo domingo uma xícara de café

Eu diria até  logo meu amor, te vejo de noite

Eu diria que a vida com você é vida,

Só que muito mais legal

Read Article

PART(ida)

Quem foi que ficou,
E quem foi que se foi?
Quem foi que perdeu uma parte de sí?
Quem foi que sobrou, quem é que sou eu?
Senão ser você que ficou em mim
Porque deixar tanto e ir me deixar?
Porque ser tão eu e ser sem mim?
Enfim, sem fim
Sou o resto do que foi embora
Sou aurora da sua partida
Sou partida sem partes
Estou faltando dentro de você
Estou andando na casa vazia
Estou sendo sem ser
E só vejo você mas não vejo nada
Não sou nada
Sem ser te ter