Para comer bem em Botafogo

13336108_998247573622629_8710035610782677830_n

No final da rua Álvares Ramos (a rua do Bukowski), ali em Botafogo, tem um bistrô francês tão charmoso quanto o bairro. Marc e Greg são francêses e abriram o La Villa, para nossa felicidade, há uns dois anos e têm recebido cada vez mais clientes. Eu fico pensando quantos lugares eu ainda tenho que explorar no Rio, porque cada dia descubro uma coisa nova.

O restaurante é uma mistura de Paris com Rio de Janeiro. Tem o requinte francês e o despojado carioca tudo no mesmo lugar. Você se sente à vontade assim que chega lá. Não tem aquele ar de bistrô chique que tem que falar baixinho, até porque o Marc já chega te cumprimentando e fazendo você se sentir em casa. Acho que aconchegante é a palavra certa pro lugar.

Conversei com o Marc um tempão e vi que ele faz questão de verificar se estão todos bem e gostando da comida. Ele é meio francês e meio italiano, então disse que se adaptou fácil à dinâmica do Brasil. Não gosta de se chamado de chefe, porque é uma palavra muito requintada, mas ama cozinhar e fazer pratos novos. Sua arte é a comida e nisso ele manda muito bem. Parece clichê, mas o melhor tempero é a comida que é feita com prazer.

Além de Greg e Marc, a cozinha do La Villa conta com a mão de um brasileiro talentosíssimo e uma confeiteira maravilhosa. Para decidir os pratos do Menu, todos fazem um brainstorm até chegarem a um acordo. O legal é que todos trabalham em equipe e nenhum prato chega até o cliente sem que todos os funcionários tenham provado. Se a maioria aprovar, aí sim ele vai pro cardápio.

Eu amo experimentar comidas com sabores diferentes do que eu estou acostumada, então, para mim, foi o melhor dos mundos. Se você também curte novos sabores, você pode aproveitar as noites quentes no Rio e ir jantar lá.  O legal é sair um pouquinho da rotina e experimentar alguma coisa nova.

 

Marcela Picanço

Criadora e editora do De Repente dá Certo! Este blog é um mapa de onde minha imaginação foi. Agora, o caminho é de vocês. Sejam bem-vindos! Pra saber mais é só clicar ali em cima no: "Quem escreve essas coisas?"

Deixe uma resposta