Pra você que está entrando na minha vida agora

Para você que está entrando na minha vida agora… Hey, chegue mais!

Me deixa abrir a porta do meu coração pra você. Sinta-se em casa e não repare na bagunça!

O inquilino antigo não cuidou direito e aí as coisas ficaram meio desarrumadas por aqui, umas pilhas de roupa suja pra lavar ali no canto do quarto, mas tudo tranquilo, sem ressentimentos. A casa está em processo de reforma, mas ao que me parece tudo caminha pra uma considerável melhora.

Sim, tem umas rachaduras na parede. Me disseram que certas rupturas nunca se consertam por completo, mas dá um ar diferenciado para o local não? As paredes aqui viram muitas coisas, são cheias de experiências, porém estão ansiosas por novas. A estrutura até mudou, mas a essência continua a mesma. Ah não te disse?

Casa de solteiro é assim mesmo, muita loucura, uma reforma atrás da outra, mas nunca se cansa, de mudar, de tentar, de desistir e tentar de novo. É que a vontade de ser feliz supera as decepções. Para ser sincero às vezes até minto pra mim mesmo. Digo que dessa vez vou fechar as portas e não receber ninguém, afinal o processo de trocar pinturas, pisos, procurar uma nova decoração dói.

Às vezes é preciso derrubar paredes. Então, em vez de derrubar paredes, vou e construo mais, para tentar me proteger. Pelo menos fica com mais lugar para pintar. Sou simpático demais, gosto de receber gente aqui… de casa cheia sabe? O vazio é bom por um tempo, mas ter o coração repleto é essencial. Claro que tenho visitantes recorrentes: amigos, família, sonhos, mas ultimamente anseio por alguém que queira habitar aqui com ânimo definitivo.

E ai, está a fim de quebrar umas paredes?

Giovanna Ghersel

Giovanna Ghersel tem 23 anos, é estudante de direito e comunicação. Viciada em séries, viagens e desventuras amorosas. Considera ler e escrever terapêutico além de claro: desabafos em mesas de bar, cantar evidências no karaokê ou fazer uma maratona de netflix e pipoca. Atualmente está tentando escrever um livro e descobrir o que fazer da vida. Enquanto isso vai recolhendo experiências e usando-as de inspiração para os textos, afinal não existe nada mais extraordinário do que a vida.

Deixe uma resposta